sexta-feira, 8 de julho de 2011

Contos


O vi caminhando ao longe, se distanciando a cada minuto mais. 
Comecei a andar imaginando aquela página dos conto de fadas a qual o príncipe volta e se declara.
Me enganei, e percebi tarde de mais... que neste conto eu não era a princesa.
Há outros contos, outras páginas, vários livros. Procuro o meu... o meu lugar.
Estive fraca, sem forças,  isenta de ânimo e esperança.
No chão ou no pó, fica à escolha dos observadores.
Tal observadores eram confortadores, esperançosos e pacientes.
Noite, lua, estrelas e paredes, meus observadores fiéis.
Agora o tempo traz mensagens boas e ruins...
Notícias dolorosas e uma maneira nova de recomeçar.
Tais notícias revelam os contos que não são meus, e uma nova etapa chega-se a mim.
Novas expectativas, novos planos e metas.
A vida tem que continuar e a história não pode acabar.

(Mariana Reis)

Um comentário:

  1. O Menina Apenas chegou aos 300 seguidores, e você faz parte dele, faz parte da minha história.

    Indiquei um selo, pelos 300 seguidores, nesta página http://meninaapenas.blogspot.com/2011/07/entao-eu-dedico.html
    convido você a ir buscá-lo.

    Obrigada por andar comigoo!
    Beijos meus'
    LillyM.

    ResponderExcluir

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.