quarta-feira, 7 de setembro de 2011


       Eu o vejo sorver a imagem da lua cheia, inundada pelas memórias libertas, não desejando nada além de fazê-lo saber que estou aqui. No entanto, fico onde estou e também olho para a lua. Por um breve instante, é como se estivéssemos juntos de novo.





 (Querido John)



Um comentário:

  1. Isso me faz lembrar um filme que vi há algum tempo, o mocinho diz pra mocinha: "não importa onde estajamos, sempre estaremos em baixo da mesma lua."
    Bjs.

    ResponderExcluir

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.