sexta-feira, 22 de junho de 2012


Se sentir uma estranha na sua própria vida é algo quase absurdo de imaginar, é como se o passado fosse mais conhecido, tão mais real sem ao menos ter lembranças de ter vivido aquilo há séculos. São coisas sem  muito sentido se o racional fluir, aliás, na vida, no amor, na felicidade nada faz sentido, são murmúrios desconhecidos que nos surpreendem, que rasgam nossos planos mal feitos considerados tão perfeitos para uma mente presa no real. A vida é mais... Viver é libertar-se dos desejos alheios, é permitir-se sonhar, viver em um passado distante do outro lado do mundo, é imaginar-se com pessoas que você ainda não conhece, é reconhecer aquela pessoa que você esperou a vida toda...
( M.R.A.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.