quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Tempo...


Já faz algum tempo que te observo, que te miro, te espero, te respiro.
Já faz algum tempo que a sua presença atormenta, que a vontade me tenta, que sonho contigo como um confortável abrigo.
Já faz algum tempo que fico parada, atordoada em meio a sua voz segura e rouca, me tira do sério me deixando louca.
Já faz algum tempo que procuro saída, desse poço sem fundo, ainda perdida nesse abismo profundo cheio de ilusões.


Já faz algum tempo que admiro seu físico, másculo e místico e o quero pra mim...
Já faz algum tempo... um tempo sem fim...
Já faz algum tempo que estou na esperança do seu olhar se firmar no meu...
Mas em todo instante, você tão distante, nem percebeu... Minha veia pulsava, o coração acelerava e você se distanciava...
Já fazia algum tempo, você, em todo momento procurava outro tempo, aquele distante que não obstante despedaçava o meu...




(M.R.A.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.