sábado, 5 de janeiro de 2013

Terrível sensação


Se não for a pior, não é melhor do que se fosse. Praticamente se faz indescritível essa estranha e amargurante sensação de quase perda. As coisas não andam bem, são muitas escolhas a serem feitas, mas como é possível fazê-las sem a preparação adequada? Sem recursos em mãos? Quando todas as forças te empurram para a escolha que não é a desejável? Como algo assim pode ser chamado de escolha? De livre arbítrio?  Oh céus, que dificuldade...

Sensação... de despreparo, inutilidade, incompetência... fracasso. Pode parecer exagero, mas acredite, não é. É inconformismo, desconsolo, mãos atadas e pés descalços em pedras torturadoras que machucam até o coração e a alma. A dúvida é angustiante, todos sabemos, porém só ter uma opção plausível no momento é atormentador, ainda mais quando sabemos que o amanhã pode ser tarde demais.




Nada permanece igual, poderá haver condições e ainda assim faltar motivos. O seu motivo. É uma pena... 

Uma terrível sensação. 






(M. R. A.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.