segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Triste Nostalgia



Sinto tanta falta de você aqui, pertinho de mim, dizendo palavras suaves em meus ouvidos. Sinto falta de tanta coisa em você, não consigo me acostumar com essa ausência que me faz enxergar, por mais que eu feche os olhos, a  tamanha incompletude da minha existência triste e fria, como se um pedaço meu faltasse, a parte mais importante de mim. Estou impossibilitada de supri-la, mesmo se quisesse não haveriam maneiras plausíveis para isso. Seria irracional, não seria eu. A nostalgia é tão grande que perdida em minha solidão posso até sentir o seu cheiro, ouvir o timbre da sua voz e por um momento ter certeza de estar ali, em frente ao seu portão, esperando você sair na porta e abrir aquele sorriso em meio ao seu cumprimento diferente e encantador. Ah! Quantas dariam tudo para estar ali, naquela rua construída à tempos com paralelepípedos, a poucos metros do amor da sua vida. Muitas dariam tudo. E eu também.
(M. R. A.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.