quinta-feira, 7 de março de 2013

Escuridão

Talvez a escuridão da noite seja apenas um reflexo do meu interior, de como ele me deixou. Uma escuridão profunda, um vazio atormentador. Ele levou a cor que dava vida aos meus dias, o cheiro da felicidade que emanava no ar, hoje não sei onde encontrar, até o sabor do mel, hoje, é um fel. É o reflexo da minha amarga existência sem você. E eu fico assim, olhando o céu escuro bem mais feliz do que eu, pois não possuo estrelas de companhia, apenas um coração vazio e uma vida escura...

(M. R. A.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.