terça-feira, 11 de junho de 2013

Perdida

     A verdade é que fui enfeitiçada por você. 
    Eu prometi mil vezes que seria diferente, não me apegaria, até pegar você. Jurei que tudo seria frio, momentâneo, desconsiderei a possibilidade de prestar atenção nas suas características únicas, sabia que depois seria impossível esquecê-las. 
     Me traí, me perdi. Olhei nos seus olhos, talvez esse tenha sido o meu mal, saboreei os seus lábios e de perto tive a sensação gostosa de sentir a covinha desenhada em seu sorriso, a sua barba por fazer acariciava a minha face, foi aí que minhas promessas ficaram em suas mãos.
    Esqueci as promessas, os juramentos, as certezas... Tudo ficou incerto. Eu havia prometido algo e não cumpri,  infelizmente você as tomou para si. Eu perdi, fui enfeitiçada e agora me encontro aqui eternamente apaixonada, eternamente abandonada...

(M. R. A.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.