terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Meu sonho. Meu amor.

De repente como um sonho bom você se jogou na minha frente. Seus olhos encontraram o meu e foi o coração quem respondeu com uma pausa e duas batidas descompassadas, fazendo os meus olhos mirarem o chão e o meu rosto entregar a timidez de um pimentão maduro. Seus lábios entreabriram em um sorriso que iluminou a escuridão com que já havia a tanto tempo me conformado, o som da sua voz era tão bonito quanto uma canção de Josh Groban. Você me encantou. Eu me encantei por você. E continuo encantada. Porque foi de repente que o amor se jogou em meus braços e eu o segurei. Abracei forte e não mais soltei, a flecha lançada certeiro no coração. Foi assim, que a minha vida passou a ser um sonho. Foi assim... que o amor sorriu pra mim. 

(M. R. A.)


Um comentário:

  1. Que bela descrição fizeste de um momento inesquecível. Se bem que teu coração descompassou, pareceu estar falando em código Morse, mas, ao fim, deu tudo certo. Desconheço Josh Groban e não sei se cometo um daqueles grandes micos ao escrever isto. Mas deve ser bom, ou estás mesmo muito encantada! Perfetto, piccola. Baciiiiii

    ResponderExcluir

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.