segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Tenho dito, que vida boa e atrevida,
me lançou um pé na bunda
e um beijo logo em seguida.
Em um momento era guerra,
logo foi amor...
quem se perde ja se encontra,
onde tudo começou.
Achava que a mudança fosse certa.
O renovo, novo broto.
Achava tanta coisa, só achava,
com quase ou nenhum encanto.
Tudo certo, que recuperação!
Nem só o tempo faz milagres...
tambem a boa decisão.
Encarar de frente todo o atrevimento,
retribuir com uma arrebitada
e aquela piscada indecente.


5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. "Nem só o tempo faz milagres...
    tambem a boa decisão."

    Somente esse teu verso já me descreveria um ano inteiro de mudanças! Decisão, o tempo sem ela é mais sofrido, mais difícil de suportar. Mas, quando se toma uma "decisão", é como se ajudassemos o tempo a nos ajudar. Gostei muitíssimo do teu poema com pitada de irreverência arrebitada e piscada indecente! rsrs
    Um terno abraço

    ResponderExcluir
  3. Garota, uma menina me deu um pé na bunda uma vez e depois veio de beijo eu falei sai miseravi. Gostei desse teu poema porque a gente tem mesmo que retribuir com uma arrebitada e uma piscada indecente, e mostrar que não está nem aí. Uma vez eu fiz uma poesia assim também, ela começava
    Lá em cima tem um tiro-liro-liro,
    cá embaixo tinha um tiro-liro-lá

    Eu não lembro o resto mas muitas garotas tremeram quando leram.
    Beijo, mulher mais linda da internet, quer dizer, uma das mais, pode ser? Valeu.

    ResponderExcluir
  4. Muito belo! Gosto de tudo que escreves, é muito belo como soltas teu pensamento, sempre penso que há pedacinhos de ti em teus poemas. Un abbraccio

    ResponderExcluir
  5. Ficaste quietinha... Fazes muita falta.
    Espero que estejas bem, e muito, muito feliz.
    Un abbraccio
    Luc

    ResponderExcluir

Demonstre-me seus sentimentos com palavras, ficarei lisongeada em lê-los.